06-16 (1)

O suspeito de ter abusado sexualmente da bebê Thalyssa Nunes da Silva foi preso ontem (14) à noite, em Apiacá. A criança de apenas um ano e quatro meses morreu na última sexta-feira (11) na UTI do Hospital Infantil “Francisco de Assis” (Hifa) de Cachoeiro de Itapemirim.

Segundo a Polícia Civil, o laudo pericial do Serviço Médico Legal (SML) apontou que a menina morreu devido a complicações causadas por uma forte pneumonia, mas também confirmou que ela foi vítima de estupro.

A polícia esclareceu que apesar de não ter ainda a confirmação que o praticante do crime seja mesmo o companheiro da avó paterna da criança, a prisão foi decretada por medida protetiva. O intuito é garantir a integridade física do suspeito, mediante o risco de linchamento pela população. O homem, de 58 anos, nega o crime.

O caso gerou grande revolta de moradores locais e cidades de vizinhas. Alguns chegaram a protestar no último sábado pedindo a prisão do suspeito.

A mãe da criança foi quem suspeitou dos abusos e acionou a polícia. Ela contou às autoridades que Thalyssa passou quatro meses morando na casa da avó paterna. Após a bebê apresentar problemas de saúde, a mãe da criança conseguiu recuperar a guarda da menina. Foi então que ao trocar a fralda da filha, a mulher percebeu que havia lesões nas partes íntimas.

A PC segue com as investigações.

Aqui Notícias

Anúncios